Posted by: guyveloso | 24 de May de 2010

“Alquimia” na Favela da Maré

“Alquimia” na Favela da Maré, Rio de Janeiro

A Galeria 535 faz parte de um projeto social chamado “Observatório das Favelas”, que realiza eventos artísticos e educativos com foco na cidadania e nos diretos humanos desde 2001. Um deles, “Imagens do Povo”, criado pelo fotógrafo carioca João Roberto Ripper, é um centro de documentação e formação de fotógrafos documentaristas. Assim, a entidade pretende reforçar a idéia de identidade e a proposta de dar acesso cultural à periferia.

A captação das imagens da “Alquimia” foi feita entre 2002 e 2010 em 11 Estados do Norte, Nordeste, Centro-oeste, Sudeste e Sul em épocas específicas de festas, procissões, rituais e romarias. Curiosamente, um dos instantâneos foi tomado no 1º minuto de 2010, na praia de Campeche, em Florianópolis. Outro dado interessante, é que todas as fotos foram feitas com máquinas analógicas e filmes diapositivos, algo raríssimo hoje em dia.

Guy Veloso nasceu (1969) e trabalha em Belém-PA, metrópole de 2 milhões de habitantes no coração da Amazônia,  considerada um dos três pólos da criação fotográfica no país, com autores do quilate de Elza Lima, Alexandre Sequeira, Octávio Cardoso, Paula Sampaio entre muitos outros. É fotógrafo independente desde 1988 com diversas publicações nacionais e internacionais. Já em 1998 realizou, com apoio técnico de Antonio Fonseca, o primeiro vernissage transmitido ao vivo pela Internet no Brasil, um dos pioneiros do gênero no mundo. Em 2005 também começa a atuar como curador. No mesmo ano integra o livro “Fotografia no Brasil: Um Olhar das Origens ao Contemporâneo” de Angela Magalhães e Nadja Peregrino. Em 2010, indicado pelo fotógrafo paraense Luiz Braga (representante do Brasil na Bienal de Veneza de 2009), foi convidado para fazer parte da mais importante coleção de fotografia do país, a Pirelli-MASP.

É membro da Fotoativa, famosa Associação fundada por Miguel Chikaoka que há 25 anos contribui pela divulgação e ensino da arte fotográfica na Região. É sócio-fundador da Arcapress, a primeira Associação exclusivamente de Fotógrafos Documentais do Brasil, como nomes famosos como Celso Oliveira, Albani Ramos, Ed Viggiani, André Nazareth, Ricardo Teles, José Bassit, Marcio Lima, Marcelo Grecco, Luíz Achutti e Luis Veiga.

Em seu projeto mais recente e ainda inédito, “Os Penitentes”, fotografou em oito anos nada menos do que 116 grupos religiosos laicos nas cinco regiões do Brasil, metade deles até então nunca documentados.

A Curadoria de “Alquimia” é de Patrícia Gouveia e Claudia Buzzetti. O site do fotógrafo é “www.fotografiadocumental.com.br”.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: