Posted by: guyveloso | 12 de April de 2011

GERAÇÃO 00 – A NOVA FOTOGRAFIA BRASILEIRA

SESC BELENZINHO APRESENTA EXPOSIÇÃO

GERAÇÃO 00 – A NOVA FOTOGRAFIA BRASILEIRA

Mostra integrará a programação da Virada Cultural 2011 e terá abertura com duração de 30 horas, a partir das 16h do dia 16 até as 22h do dia 17/4O SESC Belenzinho realiza a abertura da exposição Geração 00 – A Nova Fotografia Brasileira, em cartaz entre 16 de abril e 12 de junho de 2011, em dois espaços expositivos, no Galpão Multiuso e na Área de Exposições, com cerca de 170 obras, de 52 artistas, realizadas entre 2001 e 2010 – a primeira década do século 21. A mostra fotográfica, com curadoria de Eder Chiodetto, reúne um grande e inédito mapeamento da fotografia contemporânea brasileira ligada às artes visuais e ao documentarismo. Durante o período da exposição, o SESC irá promover uma programação paralela com oficinas, saídas fotográficas, leituras de portfólio, palestras e entrevistas com fotógrafos que integram a mostra.

O curador Eder Chiodetto pautou a pesquisa pela busca de trabalhos e autores que de diversas formas ajudaram a expandir o repertório conceitual e simbólico da fotografia brasileira nesta década. Integram o projeto artistas que já estavam em atividade nos anos 90, mas que possuem o núcleo principal de sua obra desenvolvido nos últimos anos e novos nomes que despontaram recentemente.

A primeira década deste novo século se mostrou extremamente rica de ser pesquisada sob o prisma dos avanços da fotografia, pois ela marca a consolidação da (r)evolução tecnológica e dos novos parâmetros de produção e circulação das imagens a partir da disseminação das câmeras digitais, da internet, popularizados na segunda metade da década anterior. Por outro lado, a massificação do uso da fotografia, sem paralelos na história, clareou para o grande público o fato de que qualquer fotografia incorpora realidade e ficção em sua trama, como já nos alertava, há décadas, vários teóricos da comunicação.

O nome Geração 00 surgiu em razão de todos os anos da década possuírem dois zeros.  2001 a 2010 (ou 01-10) compõe um sistema binário que é a base de toda a eletrônica, dos computadores e da formação dos pixels das imagens digitais. Por meio dos algoritmos 0 e 1 ocorreu uma transformação total não só na fotografia, mas no modo de vida de toda a humanidade, devido à quantidade infinitamente maior de informação que circula hoje e do impacto dessa comunicação em larga escala. 

A exposição tem dois grandes módulos chamados pelo curador de Limites e Metalinguagem e Documental Imaginário / Novo Fotojornalismo.

Foto Guy Veloso. Da Série "Penitentes"(2002-2011). Laranjeiras-SE, 2002. Diapositivo. http://www.fotografiadocumental.com.br

Foto Guy Veloso. Da Série "Penitentes"(2002-2011). Laranjeiras-SE, 2002. Diapositivo. http://www.fotografiadocumental.com.br

O primeiro módulo apresenta obras de artistas – nem sempre fotógrafos stricto sensu – que utilizam a fotografia nos desdobramentos de seus trabalhos, seja como o registro de uma performance, como base para trabalhos que mesclam pintura e gravura, para a restituição de uma narrativa que explora os limites do still e do movimento ao flertar com o cinema, além de trabalhos que tratam da questão da representação no mundo contemporâneo problematizando o fazer fotográfico no seu próprio cerne. Muitas vezes, a fotografia aborda e representa, de forma contundente, estados de ânimo invisíveis aos olhos, mas que agora se manifestam claramente por meio dos aparatos óticos retrabalhados por esses artistas.

O módulo Documental Imaginário / Novo fotojornalismo mostra o trabalho de alguns documentaristas que incorporam a estética e os conceitos da atmosfera cinematográfica, literária e até mesmo publicitária para transformar o relato sobre questões de cunho social em representações universais de forte teor autoral e poético. Este módulo também possui exemplos de fotógrafos e coletivos que mudaram a própria postura na produção de peças foto-jornalísticas, nas quais o autor também edita, escreve e divulga seu trabalho. Rota de fuga e de muita criatividade para o fotojornalismo que vive uma grande crise após o surgimento e a disseminação dos sites noticiosos na internet.

“A fotografia brasileira desta primeira década do século 21 alcançou grande destaque dentro do panorama de arte mundial”, afirma Chiodetto. “Nossa cultura antropofágica, hábil e ágil em perceber novas tendências e em saber observar e “deglutir” referências estrangeiras para filtrá-las de devolvê-las transformadas pelo nosso saber errático e multicultural, mostrou-se um processo potente para gerar uma fotografia vibrante que passou a ser pesquisada e divulgada por curadores e instituições do mundo inteiro”, explica o curador.

Ampliada em papel fotográfico ou em jato de tinta com uma variação imensa de novos suportes. Projetada na parede, na tela, no LCD. Editada em programas que criam sequências que interagem com o movimento do cinematógrafo, manipuladas até a exaustão do referente ou aplicadas a outras linguagens. Essa nova fotografia, que alguns chamam de contaminada, expandida ou mista, ao romper com a referência bem comportada ao realismo, corrompeu também os suportes e suas funções.

A artista Claudia Andujar fará uma obra-instalação sobre a piscina interna do SESC Belenzinho com uma imagem que mostra uma casa de índios ianomâmi em meio à floresta amazônica. Realizada com filme infravermelho, a imagem ampliada em 08 x 12 metros causa um grande impacto além de modificar a luminosidade do espaço, banhando-o de vermelho, em clara alusão ao sangue derramado no embate entre homem branco e índios.

A curadoria optou por realizar essa homenagem a Claudia Andujar por entender que a artista se tornou um símbolo desta nova geração ao fazer com que sua obra, inicialmente produzida dentro dos cânones do fotojornalismo, quebrasse barreiras para ser exibida em galerias e bienais representativas mundo afora.

Está previsto para o primeiro semestre de 2011 o lançamento do livro “Geração 00 – A Nova Fotografia Brasileira” pelas Edições SESC. A publicação bilíngue (português / inglês) terá seleção de trabalhos, coordenação editorial, textos analíticos e biografias dos fotógrafos selecionados realizados pelo curador da mostra.

O projeto museográfico de Geração 00 – A Nova Fotografia Brasileira foi desenvolvido pela arquiteta Marta Bogéa, responsável pela elogiada construção da 29ª Bienal Internacional de São Paulo. Completam a equipe de trabalho: Marie Hippenmeyer (assistente de curadoria), Alessandra Domingues (Iluminação), Tecnopop (designer) e Sergio Escamilla (produção executiva).

 

Eder Chiodetto [São Paulo, SP, 1965] é mestre em Comunicação e Artes pela Universidade de São Paulo, jornalista, fotógrafo, curador independente e crítico de fotografia. Atuou no jornal Folha de S. Paulo como repórter fotográfico (1991 a 1995), editor de fotografia (1995 a 2004) e crítico de fotografia do caderno Ilustrada (1996 a 2010).

É autor do livro O Lugar do Escritor (Cosac Naify), um dos vencedores do Prêmio Jabuti 2004. Coordenador editorial da coleção de livros de fotografia brasileira FotoPortátil da editora Cosac Naify. Ministrou aulas nas cadeiras de Fotojornalismo e Fotografia Documental na Universidade Metodista de São Paulo e no Bacharelado de Fotografia do SENAC-SP. É membro do Conselho de Direção Artística do Centro Cultural São Paulo.

Responde atualmente pela curadoria do Clube de Colecionadores de Fotografia do MAM-SP, onde ministra o workshop “Ensaio Fotográfico”. Nos últimos anos realizou diversas curadorias de fotografia e vídeo para instituições como MAM-SP, Itaú Cultural, Caixa Cultural, MUNA, Museu da Casa Brasileira, SESC SP e galeria Vermelho, entre outras.

Integrantes da mostra:

Alexandre Sequeira – Belém (PA)

Anderson Schneider – Ponta Grossa (PR)

Bárbara Wagner – Brasília (DF)

Breno Rotatori – São Paulo (SP)

Bruno Faria – Recife (PE)

Caio Reisewitz – São Paulo (SP)

Carlos Dadoorian – Rio de Janeiro (RJ)

Cia de Foto – São Paulo (SP)

Cinthia Marcelle – Belo Horizonte (MG)

Cris Bierrenbach – São Paulo (SP)

Daniel Malva – São Paulo (SP)

Denise Gadelha – Belém (PA)

Ding Musa – São Paulo (SP)

Feco Hamburger – São Paulo (SP)

Felipe Cama – Porto Alegre (RS)

FotoRepórter: O Estado de S. Paulo (SP)

Galeria Experiência – São Paulo (SP)

Coletivo Garapa – São Paulo (SP)

Gisela Motta e Leandro Lima – São Paulo (SP)

Giselle Beiguelman – São Paulo (SP)

Guilherme Maranhão – Rio de Janeiro (RJ)

Gustavo Pellizzon – São Paulo (SP)

Guy Veloso – Belém (PA)

Helga Stein – Goiânia (GO)

Jéssica Mangaba – São Paulo (SP)

João Castilho – Belo Horizonte (MG)

João Wainer – São Paulo (SP)

Jonathas de Andrade – Maceió (AL)

Leonardo Costa Braga – Brasília (DF)

Lia Chaia – São Paulo (SP)

Lucas Simões – Catanduva (SP)

Marie Ange Bordas – Porto Alegre (RS)

Matheus Rocha Pitta – Tiradentes (MG)

Milla Jung – Curitiba (PR)

Odires Mlászho – Mandirituba (PR)

Patricia Gouvêa – Rio de Janeiro (RJ)

Pedro David – Santo Dummont (MG)

Pedro Motta – Belo Horizonte (MG)

Rafael Assef – São Paulo (SP)

Raquel Brust – Gravataí (RS)

Roberta Dabdab – São Paulo (SP)

Rodrigo Albert – Belo Horizonte (MG)

Rodrigo Braga – Manaus (AM)

Rodrigo Torres – Rio de Janeiro (RJ)

Rodrigo Zeferino – Ipatinga (MG)

Sofia Borges – Ribeirão Preto (SP)

Thiago Rocha Pitta –Tiradentes (MG)

Tom Lisboa – Goiânia (GO)

Tony Camargo – Paula Freitas (PR)

Tuca Vieira – São Paulo (SP)

Wagner Oliveira – Rio de Janeiro (RJ)

Artista convidada: Claudia Andujar

 

Geração 00 – A Nova Fotografia Brasileira

Abertura na Virada Cultural: a partir das 16h do dia 16/4 até as 22h do dia 17/4

De 16/04 a 12/06/2011 – terça a sexta, das 9h às 22h; sábados, das 9h às 21h; domingos, das 9h às 20h

Galpão Multiuso e Área de Exposições

Grátis

 

SESC BELENZINHO

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000

Belenzinho – São Paulo (SP)

Telefone: (11) 2076-9700

www.sescsp.org.br/belenzinho

ESTACIONAMENTO

Para espetáculos com venda de ingressos:
R$ 6,00 (não matriculado);

R$ 3,00 (matriculado no SESC – trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo / usuário)

SESC Belenzinho

Núcleo de Comunicação | Assessoria de Imprensa

Jacqueline Guerra: (11) 2076-9762

Sueli Freitas: (11) 2076-9761

imprensa@belenzinho.sescsp.org.br


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: