Posted by: guyveloso | 13 de May de 2015

Crítica de Erica Oliveira. “Penitentes” na 29a Bienal de Sao Paulo

Há uma atmosfera onde as fronteiras entre o documental, real, surreal, espiritual se confundem, ou melhor: é fascinante esta fusão. Afinal como documentar o espiritual? Guy Veloso fez isso com a luz. Parecia impossível representar o pensamento, mas um dia foi feito uma escultura, assim, vejo a energia que as cores das imagens emergem – Erica Oliveira, estudante de Artes Visuais, 2014.

Penitentes GuyVeloso documentaryphotograpy brazilianart

Foto Guy Veloso. Penitentes, Juazeiro-Bahia, 2004. Slide. 29a Bienal de SP/2010.


Categories